Dá pra viver de fotografia?

Essa pergunta me aparece sempre. Às vezes com um tom de surpresa, mas muitas vezes, apenas curioso. Adoro responde-la, simples e diretamente: dá sim.


A imagem que carregamos sobre uma vida estável não raramente se associa a profissões de arte. Louco, né? E não falo como diferentona que não se importa com isso, caso contrario não teria terminado a faculdade mesmo querendo implodir alguns professores em troco de um “pelo menos terei um diploma” - fora os inúmeros amigos na época prestando concursos públicos em cargos que odiariam pela estabilidade financeira.


Mas, então, voltando à pergunta: dependendo do tipo de fotografia e local de atuação, voce será seu próprio chefe e empregador; então quanto mais trabalhar, mais ganhará. E o contrário é verdadeiro.

É preciso diminuir a romantização da profissão de fotógrafa, porque muitos pensam que é só clicar momentos felizes, ir pra casa e ver TV às segundas feiras. E trabalhando full time isso há 2 anos, conto-lhes um pouco do que realmente a vida de uma fotógrafa é:

Comercial: Eu faço meu próprio marketing: instagram, facebook, site, estar ligado em todas as gírias e modernidades das redes sociais; contratos, emails, organizações e reorganizações de clientes -> lembrando que um dia inteiro de chuva é um dia bem difícil (para não dizer impossível) de se trabalhar.

Financeiro: A parte mais incrivelmente chata. Os impostos aqui são de 21% e a declaração é feita a cada 4 meses

.Ah, lembrei agora, a parte de clicar..

Edição:

Tem trabalhos que finalizo em 35 minutos. Outros em 4 dias.Entrega e futura divulgacão dos trabalhos.

Sim, é possível viver de fotografia. Mas não se trata de uma profissão festeira ou simples. E falando assim até parece chato agora, mas na verdade é uma profissão de verdade, onde nada vai cair fácil em suas mãos, os custos são imensos, e muitos pensam Ah, mas 200 euros para tirar algumas fotos da minha familia?

Pois éO valor de um trabalho fotográfico não está ligado apenas aqueles 60 minutos de sessão naquele dia, e sim o quanto estudei até chegar ali, além de custos como softwares (Lightroom, galeria online, Nuvem para backup, etc etc etc), as câmeras e lentes extremamente delicadas e caras, e todo o deslocamento, trabalho durante os cliques e o envio.


"Viver" de fotografia para mim significa trabalhar somente com isso(nada de hobby aos finais de semana!) e conseguir pagar as próprias contas, aluguel /hipoteca e algumas brusinhas quando as lojas estão em promoção.

E te afirmo que sim, isso é possível, porém um pouco mais complicado do que parece.


Para finalizar, preciso fazer uma comparação de quando estava me formando em Farmácia e via os salários na época ( 2017 - Rio de Janeiro): 1800 reais para trabalhar 40h, 2.500 a 3200 reais trabalhando em plantão…e mesmo com um salário tão baixo, ninguém me perguntaria se dá pra viver de farmácia, pq afinal.. área medica, onde me prendi por 5 anos em Universidade Federal tem todo um charme de “essa pessoa deu certo”. Pfff


Ao contrário da minha antiga área farmacêutica, eu não tenho currículo na fotografia. Não tenho problema nenhum em falar isso. Porém estudei muito (e ainda estudo!) com diversos cursos online, mentorias e e-books. E claro, praticando muito. Talvez esse seja um ponto a ser levado: Parece que somos levados mais a serio após mostrarmos um pedaço de papel mostrando que decoramos várias coisas por 4 ou + anos em alguma faculdade.


A fotografia está inteiramente ligada a sentimentos, a captar olhares e momentos que acontecem as vezes por 2 segundos. Um beijo inesperado, uma criança abraçando seu avô no meio da festa. E essa é a parte mais gratificante. Mostrar como as pessoas são sem necessariamente conhecê-las.


Hoje em dia afirmo tranquilamente que eu (repetindo, relato minha experiencia aqui), não tenho quantidade fixa de salário mensal. As vezes isso me assusta, claro. Mas por outro lado, eu trabalho com o que mais me faz feliz. Minha criatividade está sempre a mil, eu faço minhas próprias regras, assim como as vezes cometo erros que somente a Emily poderá consertar. E quer saber? Sou muito realizada assim.


Se tem algo que você queira saber sobre a vida de fotógrafa, deixa aqui nos comentários :)

  • Instagram

(+31) 0615621806   |    hello@framedbyemily.com

  • Instagram
Logo - Fundo Transparente.png